Click for Lisbon, Portugal Forecast

segunda-feira, maio 09, 2005

Gastronomia rima com poesia

Neste cantinho de cheiros e sabores, também cabem as palavras dos poetas. Que mais não seja, porque gastronomia rima com poesia, sabedoria e alegria!
Alegria por termos amores e amigos que tornam a nossa vida bem mais fácil...quando nos oferecem palavras sentidas e com sentido.
E portanto:
" Não posso adiar o amor para outro século
não posso
ainda que o grito sufoque na garganta
ainda que o ódio estale e crepite e arda
sob montanhas cinzentas
e montanhas cinzentas
Não posso adiar este abraço
Que é uma arma de dois gumes
Amor e ódio
Não posso adiar
Ainda que a noite pese séculos sobre as costas
E a aurora indecisa demore
Não posso adiar para outro século a minha vida
Nem o meu amor
Nem o meu grito de libertação
Não posso adiar o meu coração"
\António Ramos Rosa\
Sempre oportunas as palavras do poeta, trazidas pelas mãos de uma querida amiga!
Hoje, o poema também nos levou a recordar que passam 60 anos sobre a rendição alemã que levou ao fim da IIª Grande Guerra...
Para que nunca se repita tamanha desumanidade, não podemos adiar o amor!

2 Comments:

At terça-feira, maio 10, 2005, Anonymous karlmarx said...

Prof Ludinais!
Que gostosa esta sopa de poesia que nos serviste! Continuo em êxtase, perante os sabores que serves à tua mesa. Mastigo as palavras devagar, e saúdo-vos, a ti e também ao Ramos Rosa, por me porem a pensar de que forma a minha vida pode estar também adiada.
Fico à espera do próximo prato.

 
At quarta-feira, maio 11, 2005, Blogger Ludinais said...

Karlmarx,
Sempre simpático, sempre amigo, sempre...poeta!

Ludinais

 

Enviar um comentário

<< Home