Click for Lisbon, Portugal Forecast

sexta-feira, setembro 16, 2005

Gula


Foto retirada do Ice'it' Posted by Picasa


"Era um espectáculo bestial.
Chupava-os para fazer render o deleite, trincava-os a cantarolar, gemia de prazer ao engolir cada quadrado, e atirava-se para cima da cama sempre que acabava o último, em espasmos de prazer equívocos para os auditores de portas.
Comia de manhã à noite, sem sossegar, e preparava com volúpia os seus próprios pitéus; sempre que tinha a sorte de encontrar no frigorífico uma sublime trindade composta de queijo, marmelada e banana, cortava primeiro o fruto e contava as rodelas apuradas; depois fazia o mesmo com o queijo e a marmelada, tendo o cuidado de cortar tantos cubos quanto o número de rodelas de banana; mas se por acaso não resultava rigorosamente certo e verificava um excedente, comia-o antecipadamente para abrir o apetite. Em seguida, ralava um chocolate inteiro sobre esta salada e ficava a olhar a mixórdia num enlevo baboso, flagelando-se com um jejum de dez segundos. Posto isto, atingia o prazer absoluto com a deglutição celestial, e desatava a chorar lancinantemente, primeiro pela comoção que o manjar lhe causara, depois pelos escrúpulos que a castigavam rapidamente: era um pecado mortal expiado pelo seu corpo, que rebentava com o seu amor próprio e com a palhinha das cadeiras da casa de jantar".*
O excesso de apetite transforma-se em pecado da gula!
"Quem nunca pecou que atire a primeira pedra"...
* "O Vento e a Lua - História de uma vagabunda", publicado em 1991, confirmou Rita Ferro como um dos mais reconhecidos talentos novelísticos da sua geração. Para reler com gosto nesta chegada de Outono.
Um fim de semana bem doce! Mas... cuidado com eventuais exageros!...:-))

3 Comments:

At sábado, setembro 17, 2005, Blogger Lumife said...

Fiquei boquiaberto. Guloso me confesso e ao ver tal foto (pena não ser real...)quase não conseguia ler o texto. Maravilha !!!

Bom fim de semana (com muito trabalho) que eu aqui aguardo, com água na boca..., o momento da partida.

Abraços para ambos e um beijinho à Inês.

 
At segunda-feira, setembro 19, 2005, Anonymous Anónimo said...

Caros amigos:
Correndo o risco de poder contaminar o vosso blog com assuntos menos apropriados, sob pena de trair a minha própria consciência, permito-me, no entanto, transcrever o texto que publiquei no blog "alvitrando", relativamente a um acto canalha de que foram alvo.
Pela minha parte, quero dizer-vos apenas: MUITO OBRIGADO!
Aqui fica, pois, o referido texto, com os melhores cumprimentos e estima pessoal.
"TRISTEZA! Apenas TRISTEZA é o que me vai na alma quando vejo que há gente que tem a lata de difamar,de forma gratuita, pessoas que expõem a opinião, de forma honesta e muito bem escrita. Dina: Só tenho que lhe dar os parabéns! O seu texto é EXCELENTE. Quer pela generosidade e honestidade da sua reflexão e, muito mais, pela ELEVADÍSSIMA DIGNIDADE, de publicar o nome. (Posso dizer que nasci e fui criado em Alvito e me considero tão amigo da minha terra como os que mais a querem). Pelo menos eu, cumprimento-a pelo seu magnífico texto, aliás, na linha do seu excelente desempenho profissional. Por mim, as autoridades de Alvito deveriam pedir-lhe mais contactos como o seu para vir viver e tralhar para cá! Gente como a Senhora e a sua família, são sempre estimados em Alvito. Muito obrigado. Enviado por Contra os patifes! em setembro 19, 2005 06:22 PM "

 
At segunda-feira, setembro 19, 2005, Blogger Ludinais said...

Agradeço palavras tão simpáticas, pois sinto que são verdadeiras!
Enquanto houver alvitenses como o senhor/a tudo cointinua a valer a pena! E como disse, não se pode ter a veleidade de querer agradar a toda a gente, principalmente a quem não nos conhece!!! Ontem a minha primeira vontade foi responder àquele despropósito. Mas pensei (pensámos) melhor e não parece valer a pena dar ouvidos a comentários tão desprovidos de sentido e tão desapropriados. Se o Sr. L.G. "aguenta" tantas inverdades, eu (apesar de estar longe de poder comparar-me com o seu "savoir faire") também posso superar! A sanidade e tranquilidde de consciência são óptimos remédios para tudo ignorar! E na verdade, eu tenho muito mais com que "entreter-me". Há muito a fazer por estas paragens e trabalhar é uma coisa que me anima a alma! Muito obrigada de novo pela atenção e consideração e não vale a pena ficar/ficarmos tristes pois "há muito mais marés que marinheiros"! Pela minha parte, vou apenas continuar a ser quem sou e parece-me que quem aqui me escreve sendo tão nobre e digno, também seguramente continuará a sê-lo, não é? Viva Alvito e as pessoas que gostam desta terra! E também as que regem as suas vidas pela honestidade e verdade!

 

Enviar um comentário

<< Home