Click for Lisbon, Portugal Forecast

domingo, agosto 21, 2005

Declaração de Amor

Avião sem asa
Fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
(...)
Circo sem palhaço
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você
(...)
Eu não existo longe de você...
Este pedacinho de Adriana Calcanhoto é o que me apetece dizer-te hoje.
Porque as palavras simples podem ser as mais profundas.

3 Comments:

At domingo, agosto 21, 2005, Anonymous ines said...

Olá esse bocado da música da Adriana Calcanhoto e muito giro assério.


Nem todos os dias se encontram escritas «Declaraões de Amor» à isso é verdade sim senhor!!!!!



O «Amor» é a coisa que uma pessoa mais deve gostar no mundo.Sem ele nenhuma pessoa viverá!!!



Bem,eu não vi aqui para falar do «Amor»não é,mas eu gosto de comentar isto.Sabem,a minha mãe e o meu pai dicutem muitas vezes,mas acabam sempre por fazer as pazes.



xau,beijinhos de(Ass:Uma Amiga)

 
At domingo, agosto 21, 2005, Blogger Ludinais said...

Estou farta de me rir!!! Apesar dos ERROS e da maneira de escrever "à moderna", não esperava ver aqui este teu comentário...AMIGA!
Mas agora que já sabes...
Qualquer dia ainda te apanhamos a criar o teu blog:-))

Adorei!
(Para a próxima escreve com atenção...sua malandra!)

Beijinhos, que te vou dar já a seguir!

 
At quinta-feira, agosto 25, 2005, Anonymous Anónimo said...

Discutir muitas vezes??

Paquera, flerte, caso, transa, envolvimento, até paixão é difícil quanto mais um casamento!! E então se fazem sempre as pazes isso é do melhor!!

 

Enviar um comentário

<< Home